17A Câmara do Bocaina de Minas aprovou por unanimidade dois Projetos de Lei, de autoria do vereador Antonio de Pádua, que permitem ao Executivo a instalação de pontos de sinal wi-fi com internet gratuita em logradouros públicos do município e concedem o título de utilidade pública à Associação dos Produtores Rurais de Bocaina de Minas (APROBOM).

De acordo com um dos projetos, os locais recomendados como prioritários para a instalação dos pontos de internet gratuita é a Praça Pena, em Bocaina de Minas; a Praça Central, no distrito de Santo Antonio do Rio Grande; e a Praça Salgado, em Mirantão; sendo que outros locais também podem ser contemplados. Contudo, o projeto deverá ainda ser sancionado pelo Executivo.

“Tendo em vista que muitas cidades do interior de Minas Gerais e São Paulo, por exemplo, já possuem o serviço, nada melhor que fazer esta indicação e nos adiantar nesta questão”, afirmou o vereador Antonio de Pádua.

Na sequência, o segundo Projeto de Lei aprovado na pauta do dia irá permitir à APROBOM, que de acordo com o texto da proposta, se enquadra nos serviços considerados de utilidade pública, a melhoria na qualidade da produção agrícola, na vida dos produtores rurais e na competitividade dos preços. “Tornando-se de utilidade pública, até mesmo o poder público pode dar um suporte maior à APROBOM”, explicou o vereador Antônio de Pádua, autor da proposta.

Durante a sessão ordinária, foi ainda aprovado o Projeto de Lei 009/2014 que concedeu também à Associação de Moradores de Santo Antônio o título de utilidade pública. A entidade, de acordo com o projeto, trabalha para melhorar as condições de vida dos moradores da comunidade de Santo Antonio do Rio Grande, tendo em vista a qualidade de vida e o meio ambiente. “Foi um pedido dos próprios moradores até mesmo para regularizarmos a situação. Isso também poderá trazer recursos dos Governos Federal e Estadual para ajudá-los”, afirmou o presidente Lucas Diniz.