8O vereador Lucas Diniz (PP) tomou posse como presidente da Câmara de Vereadores de Bocaina de Minas, na manhã de quarta-feira (01), durante sessão solene no plenário da Câmara. A nova Mesa Diretora eleita para o exercício de 2014, além do presidente Lucas Diniz, será composta pelos vereadores João Airton (PSL) e Júlio Cesar Domingues (PSB) como vice-presidente e secretário, respectivamente.

Após a leitura da declaração de compromisso, os membros da nova mesa diretora prometeram se submeter aos preceitos legais e trabalhar pelo progresso do município sendo que, logo em seguida, o vereador Lúcio Benfica, presidente em 2013, fez a entrega simbólica da chave ao novo presidente declarando-o empossado.

Ao entregar a presidência, o vereador Lúcio Benfica enfatizou a importância do vereador na comunidade e desejou boa sorte aos novos membros. “Fomos eleitos para trabalhar por uma Bocaina de Minas mais justa, proporcionando aos nossos munícipes melhores condições de vida, pois somos nós os legítimos representantes do povo bocainense. Desejo aos novos membros boa sorte e sucesso nesse ano de 2014″, finalizou o vereador Lúcio que foi aplaudido pelo plenário.

Já ocupando a cadeira da presidência, o vereador Lucas Diniz afirmou que irá trabalhar em favor dos mais humildes e pelo progresso de todo o município. “Estamos em pleno acordo com o executivo para ajudá-lo. Este não é momento de indiferenças, brigas ou desavenças, mas de união. O que nós queremos é trabalho, sinceridade e respeito. Iremos trabalhar em prol dos mais humildes e dos mais carentes”, afirmou o presidente Lucas Diniz.

“No ano de 2013 não houve, nesta Câmara, oposição ao prefeito e nem haverá em 2014. Não há motivos para se trabalhar contra o prefeito ou o município. Gostaria que ele [o prefeito] estivesse aqui hoje para ouvir isso. A eleição já passou e agora temos é que trabalhar. Isso eu quero deixar bem claro”, reforçou o vereador e secretário Júlio César Domingues.

Ao final, a sessão contou ainda com uma benção especial aos presentes e a todo o município concedida pelo padre José Crispim.